Resenha Eu posso te ouvir | Cristina Valori


Cristina Valori
Livro independente 
137 páginas
Avaliação 5/5
Onde comprar: Amazon

Sinopse: Fazia parte da personalidade de Carolina conversar até a exaustão ou, ainda, permitir que a curiosidade assumisse o controle. No entanto, a garçonete se depara com um cliente indiferente às suas qualidades, se vê totalmente envolvida pelo mistério que o homem representava. Uma confusão doce e divertida de como o amor pode te surpreender e ultrapassar obstáculos intransponíveis à primeira vista. Ouça tudo que seu coração diz, ele sempre dá os sinais certos. 

Carolina é uma jovem falante, alegre e com um enorme coração. Estagiária de enfermagem, é apaixonada pelo sua profissão, Carolina ama conversar e cuidar dos seus pacientes, ela faz de tudo para que eles se sintam bem.

Além de trabalhar no hospital Carolina também trabalha no restaurante da sua amiga como garçonete, lá ela conhece Matheus, um jovem misterioso que está sempre com um livro na mão e os fones no ouvido. Ele desperta atenção de Carolina por estar sempre lá e ser um dos poucos clientes que não falam com ela - ou com ninguém. 

Um acidente acaba acontecendo e Carolina, do pior jeito acaba descobrindo o motivo dele nunca lhe dirigir a palavra.

Matheus, o jovem misterioso, é surdo desde o seu nascimento, está sempre de fones para evitar a iniciativa de conversa com qualquer pessoa.

Passado o choque inicial do acidente e da descoberta os dois começam uma amizade e Caroline o pede para que ele lhe ensine a linguagem dos sinais.


Um romance começa a nascer entre eles, mas esse amor enfrentará dificuldades e precisará superar obstáculos.

“- Ainda é cedo, eu sei, mas o amor não segue nenhum cronograma. Você não pode me ouvir, agora, porém, amanhã, terei o prazer em repetir. Com gestos, palavras escritas, faladas ou soletradas no ar, tanto faz. A minha mensagem será sempre a mesma: eu amo você.”

Eu posso te ouvir, é um conto sensível, com um linda mensagem. Mostra que o amor pode superar quaisquer obstáculo. 

Apesar de ser um conto a história é muito bem desenvolvida. Narrado em terceira pessoa a autora conseguiu trazer à tona os sentimentos de cada personagens. 

Eu amei cada personagem, a Carolina pelo amor a sua profissão, por sempre querer ajudar os mais necessitados e a Matheus por ser um personagem que mesmo com a sua deficiência se permite amar e ser amado.
Amei demais, recomendo de olhos fechados!

“Meus ouvidos não podem te escutar, mas meu coração sim…”

Nenhum comentário